Relés de Pressão Súbita
Galeria de Fotos
Princípios de Funcionamento
Descrição e Montagem
Transporte
Manutenção
Generalidades
Imprmir página

MANUTENÇÃO

As válvulas de alívio de pressão não requerem manutenção preventiva, porém recomendamos que pelo menos uma vez a cada dois anos sejam testadas suas condições técnicas de funcionamento.

Recomendamos que sejam realizados ensaios de simulação de funcionamento do Relé de Pressão Súbita com periodicidade de 1 a 2 anos, conforme procedimentos a seguir:

Relés modelos RPS-114 E 114.A :
1-Verificar a pressão de atuação.

2-Verificar o tempo de equalização da pressão, representada pela relação entre a pressão interior do transformador e o tempo necessário para a equalização de pressão entre o transformador e o relé através do gráfico 1. Poderá ser feita com o transformador energizado desde que a pressão interna do mesmo não seja inferior a 0,04 kgf/cm².

3-Medir a pressão interna do transformador.

4-Desligar a tensão de alimentação do relé auxiliar (se possuir).

5-Ligar um ohmímetro ou lâmpada série nos bornes 2 e 3 do relé.

6-Abrir a válvula de teste. O relé irá atuar e indicar no ohmímetro, circuito aberto.

7-Fechar novamente a válvula de teste e medir o tempo necessário para a equalização da pressão que se dará quando o relé voltar a posição normal indicando, no ohmímetro, circuito fechado.

Os valores medidos deverão estar dentro ou próximos à área de operação do gráfico 1. Grandes desvios de valores medidos indicam problemas existentes no relé que devem ser corrigidos.

Relé modelo RPS-114.B:
1-Verificar se a pressão está abaixo de 0,2 kgf/cm².

2-Desligar a tensão de alimentação do relé auxiliar (se possuir).

3-Ligar um ohmímetro ou lâmpada série nos bornes 2 e 3 do relé.

4-Instalar um dispositivo de vácuo na válvula de teste e abrir lentamente a aspiração do mesmo. O contato do relé deverá atuar e indicar no ohmímetro, circuito aberto.

5-Quebrar o vácuo. O contato do relé irá desligar e indicar no ohmímetro, circuito fechado.